domingo, 29 de agosto de 2010

Vantagens e Desvantagens de transgênicos

Os alimentos transgênicos tem causado uma grande discussão em torno de sua vantagens e desvantagens. Dada a própria novidade da tecnologia da engenharia genética, os efeitos que os transgênicos poderão causar no organismo humano e no meio- ambiente , positivos ou negativos, a médio e a longo prazo ainda não são muito bem conhecidos. Por meio de estudos  e pesquisas pode-se relacionar algumas vantagens e desvantagens.

Vantagens dos alimentos transgênicos

  • Por meio da técnica de alimentos transgênicos pode-se enriquecer os alimentos com componentes nutricionais essenciais que as vezes a planta não produz ou produz em baixa quantidade. Um exemplo disso seria um feijão geneticamente modificado com a inserção de gene da castanha do para com a intenção de que o feijão passe a produzir metionina, um aminoácido de extrema importância em nossa vida.

  • Pode- se fazer um balanceamento nos nutrientes do alimento, proporcionando uma melhor dieta ao se consumir o mesmo.

  • Pode-se também retirar algum componente do alimento. Um bom exemplo seria a retirada da lactose do leite, com o propósito de atender a população que tem alergia a esta substância.

  • O alimento pode ter a finalidade de prevenir, reduzir e evitar riscos de certas doenças. Isso pode ser feito ao se modificar a planta geneticamente de modo que ela venha a produzir vacinas. Pode - se utilizar também antígenos, como por exemplo, em iogurtes ao se fermenta- los com organismos geneticamente modificados que estimulem o sistema imunológico.

  • Reduzir ao máximo o uso de agrotóxicos, e se possível chegar a eliminar a necessidade da utilização dos mesmos. Com isso a planta fica mais forte, podendo resistir a ataque de insetos, e processos naturais como seca e geada. Isso garante estabilidade dos preços e custos de produção. Um exemplo deste tipo de modificação pode ser visto na fabricação dos queijos e pães, onde um microorganismo geneticamente modificado produz enzimas necessárias durante a produção destes alimentos, reduzindo o preço de custo dos mesmos. Isso também aumenta o grau de pureza e especificidade das enzimas, o que é vantajoso para as indústrias.

  • O aumento da produtividade agrícola por meio do desenvolvimento de lavouras mais produtivas e que agridam menos o meio ambiente.

  • Pose-se conseguir aumentar o tempo de validade dos produtos.

  • Pode-se fazer com que a planta adquira genes que façam com que o seu período de desenvolvimento seja mais curto, o que determina uma colheita rápida e um aumento na produtividade, sem que haja um aumento no preço do produto final.


 

Desvantagens dos alimentos transgênicos

  • Efeitos tóxicos a partir da sintese de substâncias indesejáveis. Isso pode ocorrer devido a uma perda no controle de alimentos transgênicos, fazendo com que outros alimentos sejam afetados,  o que prejudicaria outras espécies de plantas, além de animais, causando um desequilíbrio ecológico com conseqüências imprevisíveis. Um exemplo disso é o caso do estudo comandado pela Universidade de Cornell, nos Estados Unidos, sobre a enorme mortalidade de borboletas Monarch após serem alimentadas com o pólen do milho geneticamente modificado Bt. Losey, depois que houve falhas de controle em sua experiência.

  • O lugar em que o gene é inserido não pode ser controlado completamente, o que pode causar resultados inesperados, uma vez que os genes de outras partes do organismo podem ser afetados. No caso da soja modificada, tem-se o receio de que a substância EPSPS provoque efeitos inesperados no organismo dos consumidores, como alergias ou outro tipo de doença. Mesmo que o gene tenha sido preparado em laboratório para funcionar apenas nas folhas, a parte comestível da planta, não há como garantir que eles atuarão da forma programada.

  • A falta da variabilidade genética leva a uma maior vulnerabilidade do cultivo porque a invasão de pestes, doenças e ervas daninha sempre é maior em áreas que plantam  o mesmo tipo de cultivo, o que pode vir a ocorrer em cultivos de plantas transgenicas. Quanto maior for a variedade genética no sistema da agricultura, mais este sistema estará adaptado para enfrentar pestes, doenças e mudanças climáticas que tendem a afetar apenas algumas variedades.

  • Novas proteínas que causam reações alérgicas podem entrar nos alimentos. Transferidas de um alimento para outro, as proteínas podem conferir à nova planta as propriedades alérgicas do doador. As pessoas normalmente identificam os produtos que as afetam. Porém com a transferência das proteína alérgica de um produto para o outro sem o previo conhecimento, se perde a identificação e a pessoa só vai descobrir o que lhe fez mal após a ingestão do alimento com a substancia que lhe causa alergia.

  • A alteração na quantidade de nutrientes do alimento, pode interferir na sua absorção pelo metabolismo do homem.

  • Pode ocorrer a transferência da resistência a antibióticos para bactérias presentes no intestino de humanos e animais, pois os genes antibiótico-resistentes contidos nos alimentos transgênicos podem passar sua característica de resistência para as pessoas e animais, o que poderia gerar a anulação da efetividade de antibióticos nos mesmos.

  • Algumas plantas de cultivo para alimentação, estão sendo modificadas para produzir produtos farmacêuticos e químicos. Essas plantas modificadas poderiam fazer uma polinização cruzada  com espécies semelhantes e, deste modo, contaminar plantas utilizadas exclusivamente  na alimentação.

  • Essas alterações genéticas podem causar um intenso desequilíbrio ecológico. Alguns cientista acham que pode vir a ocorrer o emprobrecimento da biodiversidade, uma vez que a hibridação das plantas modificadas com outras variedade pode criar “super pragas” e plantas “mais selvagens”, provocando a eliminação de espécies e insetos benéficos ao equilíbrio ecológico do solo. O conseqüente uso mais intensivo de agrotóxicos pode ainda causar o desenvolvimento de plantas e animais resistentes a uma ampla gama de antibióticos e agrotóxicos. Substancias tóxicas que podem ser produzidas como subprodutos podem afetar outros seres, quebrando a harmonia em todo o ecossistema envolvido.

 Camila Dornelles Marques

Fontes:
http://www.websitesaude.kit.net/transgenicos.htm, acessado em 28 de agosto de 2010


19 comentários:

  1. Nossa muito bom parabens!!!!

    ResponderExcluir
  2. Gostei muito, tirei minhas dúvidas. OBRIGADO E MEUS PARABÉNS!

    ResponderExcluir
  3. Parabéns...O seu conteúdo está claro e muito fácil de entender! Sem palavras..Meu trabalho de escola ficou muito bom com o seu conteúdo e de novo Parabéns!!

    ResponderExcluir
  4. Me ajudou bastante, continue assim!
    - Gabi

    ResponderExcluir
  5. renaan gayyyy d+++++

    ResponderExcluir
  6. matheeu e gyyyyyyyy d++++++++++++++++

    ResponderExcluir
  7. guilherme jack
    da bunda grande

    ResponderExcluir
  8. É imprecionante o número de vantagens e desvantagens desse tipo de alimento geneticamente modificado.É inenarrável a importancia de tomarmos consciencia do mesmo, para que, no futuro possamos nos posicionar em relação a este tipo de alimento.

    ResponderExcluir
  9. Gostei muito, tirei minhas dúvidas. OBRIGADO E MEUS PARABÉNS!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. vai se fuder seu anonimo!!!!!!1

      Excluir
    2. vai se fuder mlk otário!

      Excluir
  10. Nossa, senhor anônimo, que comentou um monte de merda! Você é muito engraçado, devia trabalhar no Zorra Total.

    ResponderExcluir
  11. seu conteúdo é muito bom

    ResponderExcluir